terça-feira, 13 de julho de 2010

poderá eu me deixar morrer por aqui mesmo ?

 (escrito ao som de somewhere only we know, iris e the blower's daughter.)

ser eu mesma está fazendo você se afastar; dói saber que existe um coração que só pulsa porque você existe !? eu já peguei demais o caminho para você, não dá mais pra ficar me disfarçando.
eu não consigo não transformar tudo isso num pedido de desculpas; "e desculpas pra quê, pra quem ?" perguntam-me; desculpas por ser quem eu sou e amar-te do jeito que amo. desculpas por aparecer na sua vida e incomodar-te do jeito que incomodo. desculpas por fazer-te uma obra-prima sendo que não passa de alguns rabiscos mal ajeitados.
e eu não vou ser audaciosa novamente de falar se isso vai se prolongar ou se é hora de aparecer o "the end"; mas é que eu me sinto tão cansada, tão necessitada de um ponto final, que imaginar-me tomando o caminho para mim mesma não chega ser um pecado, a minha imprevisibilidade terá de se conformar por enquanto.
eu, com toda a minha mania de extremos, querendo sempre o 80, talvez agora conseguirei me satisfazer com o 8; sua indiferença ganhou da minha determinação por ora, meus parabéns.

4 comentários:

Evelyn. disse...

Eu não sei porque, mas acho que as vezes é necessário sentirem nossa falta.
Não peça desculpas, não se ajoelhe aos pés dele, por favor.

intense life' disse...

'me sinto tão cansada, tão necessitada de um ponto final' gosta muito de uma pessoa e não ter o 100% de retorno é complicado prima,nós sabemos disso. e esse retorno que nunca chega uma hora vai cansando e tudo que quer agora é acabar logo com isso e seguir em frente, porém é tão bom poder ter ele alí do lado que uma parte da inconsciencia te faz qerer mais e mais. (:

Jacqueline Strada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jacqueline Strada disse...

É realmente necessário se preocupar com você antes de tudo. É claro que nem sempre é possível,o amor impede.

Apesar que não é somente o amor, porque você só irá viver quando você amar você mesma!

lindo texto, seguindo *-*