quarta-feira, 18 de julho de 2012

9.

eu sei que você volta na sexta, mas é que você assim, longe de mim, só faz aumentar o frio nessa cidade - e toda a minha saudade.
e nós vimos Bowie se deitar com Elvis Presley, lembra ? e eu cuidei do teu sono - prometi não te largar no abandono: te vi vestindo tuas botas, dizendo que já volta. e quebrei tua cama, lambi teu charme, servi tua janta, bebi teu café, cobri minha nudez com a tua vaidade, derreti até os pés.
então só volta, meu amor - que eu já não aguento sentir tua falta.
volta pro sul, volta pra eu não morrer de frio.
volta, que tá chovendo agora.
volta, que tem cerveja na mesa, beijo atrás da orelha, remédio pra tua dor de cabeça.
só volta, que você tá sozinho aí e eu só quero te cobrir com o meu amor, até o fim.

3 comentários:

Marcelo R. Rezende disse...

Ô sede, não só do café!
Adoro.

Beijo, Vê - e que sacie.

Gláucia Minetto Martins disse...

Intenso!

Adorei seu blog, tô seguindo!
Beijo.

Milena Carneiro disse...

Sextas que se demoram...