quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

despair.

então a noite sozinha logo fica, sem alegria nem alergia.
uma vontade não sei da onde de fazer não sei o quê, e como o ursinho ainda consegue sorrir singelamente ?

acabou mas eu nunca quis que assim o fosse. não quis, não quero.

me leia, porra! tudo isto aqui ainda continua sendo somente para você, para a felicidade da porra da tua arrogância.

meu nome é Verônica e eu ainda estou viciada no meu ex-namorado.

 pra te salvar, eu morro todo dia.

como se volta a ter a pureza de outrora ? eu já estou cheirando a melancolia, café e saudade, estas unhas pintadas são uma tentativa frustrada de te esquecer. vence quem mente demais e se arrepende de menos, afinal.




é sujo admitir que ainda ama ?
 

2 comentários:

Gleice Ribeiro. disse...

Profundo. Mas o tempo irá passar e você esquecerá. Outras pessoas irão aparecer em sua vida. *-*

Mariana de O. C. disse...

"vence quem mente demais e se arrepende de menos, afinal."
triste verdade né ;~
complicado, isso. mas por assim pra fora te torna mais forte do que muita menina por aí!